identidade visual

Não sabe como criar a identidade visual de uma loja? Veja como! Leave a comment

identidade visual

A identidade visual é algo com o qual você pode não estar familiarizado. E é isso que você usa para representar sua marca aos clientes: uma coleção de elementos como seu logotipo, cores, publicações e seu espaço físico. 

Assim, ao criar a identidade visual da loja, você permite que seu mercado alvo se reconheça e se associe à sua marca.

Ao passo que usando elementos, tipografia e cores, sua identidade visual deve comunicar clara e sucintamente os valores de sua empresa.

Entendemos que esta é uma tarefa difícil, por isso criarmos este artigo para você saber como criar a identidade visual de uma loja.

Boa leitura!

1. Resuma suas metas e objetivos

Colocar suas ideias no papel começa com um resumo, também conhecido como um briefing na indústria publicitária. 

É fundamental que você responda o maior número possível de perguntas sobre sua empresa neste documento. Esta etapa ajuda na definição de elementos-chave para o desenvolvimento da identidade visual de sua empresa.

Perguntar sobre seu principal produto ou serviço pode levar às seguintes perguntas possíveis:

  • Quais são as diferenças entre você e seus concorrentes?
  • Com o que você quer que as pessoas se lembrem de você? –
  • Quem é o público alvo de seu trabalho? (sexo, faixa etária, classe social e interesses
  • Como você descreveria sua empresa em três palavras?
  • Qual das seguintes palavras você acredita que não representa exatamente sua empresa? 

Você já encontrou algum exemplo interessante que gostaria de compartilhar? Inclua-o em sua conclusão. Precisamos do maior número possível de sugestões! 

Ao responder as perguntas, você terá uma ideia melhor de quais aspectos se alinham com seus objetivos comerciais e quais não se alinham. 

Dessa forma, o Pinterest pode ser um recurso valioso, permitindo que você organize suas ideias em pastas e escolha as melhores.

2. Colete as opiniões de seus colegas de trabalho, clientes ou amigos

identidade visual

O valor da opinião em uma identidade visual

Usaremos um termo publicitário extravagante para isto: brainstorming que em português significa chuva de ideias. Assim, durante uma reunião conhecida como brainstorming, todos os presentes trazem e discutem suas ideias criativas. 

Ao criar ou modificar a identidade visual de sua empresa, esta estratégia pode ajudá-lo a entender melhor a visão de todos os envolvidos.

Neste momento, é fundamental que não haja noções preconcebidas sobre as ideias que estão sendo discutidas; afinal, todas elas são igualmente válidas. Para que todos compreendam as metas estabelecidas em seu resumo e as soluções potenciais, é fundamental que elas sejam claras para você.

Mesmo que você ainda não tenha uma loja, você pode envolver seus funcionários e até mesmo seus clientes no processo de planejamento. É uma boa ideia obter o apoio daqueles ao seu redor ao iniciar algo novo.

3. decidir sobre os elementos de design, esquemas de cores e fontes para a identidade visual

Você já tem um melhor entendimento sobre sua empresa e seu público, e já discutiu este problema com outros. Você está preparado. Depois disso, você pode começar a montar o quebra-cabeça!

Você se lembra de todas as referências que fez na época? Dessas, quais ainda fazem sentido?

Abaixo saiba mais sobre isso e os elementos de design para criar uma identidade visual inesquecível:

Cartela de cores

Que tonalidades de cor melhor representam seu negócio? 

Para alcançar a harmonia visual, é também uma boa ideia considerar o significado da cor e as cores complementares. 

Seu logotipo não precisa incluir todas as cores da paleta; você pode criar paletas para sua localização física, sua loja online e até mesmo para as mídias sociais. 

Entretanto, é fundamental que eles se comuniquem uns com os outros e que as cores permaneçam consistentes em todo o seu design para que seu público-alvo possa fazer a conexão.

Fontes (formato das letras)

Formal, moderno, ou mesmo lúdico, tudo pode ser conseguido com fontes (a maneira como as letras são moldadas). 

É fundamental usar uma fonte com boa legibilidade para que a palavra escrita possa ser facilmente identificada. 

Em muitos casos, apenas o logotipo da loja é criado usando uma ótima fonte. Ou, ele distingue um negócio ao ponto de, mesmo que o nome da marca não esteja escrito, você ainda pode reconhecê-lo num relance. A Coca-Cola e a Disney são dois bons exemplos.

Elementos

Acrescentar “algo extra” a um projeto exige o uso de elementos. Você quer uma ilustração, um desenho simples ou um símbolo de sua identidade, além de definir a cor e a fonte? 

Estes elementos não precisam ser incluídos no logotipo principal, mas podem ser encontrados no ponto de venda ou também nas mídias sociais, por exemplo.

4. Se possível, consultar um especialista

É sempre uma boa ideia contratar um profissional se você tiver os fundos disponíveis. Ele será capaz de tomar todas as suas notas e transformá-las em uma identidade visual coesa para seu negócio.

Uma agência de publicidade ou um designer gráfico pode ajudar se este for o caso.

Estes especialistas estão equipados com as ferramentas e equipamentos necessários, assim como a perícia necessária para ajudar na criação de novas formas de arte e identidades. Você pode procurar este profissional tanto localmente quanto online, pois há uma série de sites de busca de emprego disponíveis.

Se isso estiver fora de sua faixa de preço, considere o uso de ferramentas online gratuitas como a Canva para criar sua identidade de marca. 

Você também pode criar um número infinito de modelos de logotipos, posts em mídias sociais e apresentações usando os recursos intuitivos de edição de arte desta plataforma. 

Outras empresas podem usar seus modelos porque é uma ferramenta aberta. Isso é a única coisa a ter em mente.

5. Teste as possibilidades para a sua identidade visual

identidade visual

Se você não tiver certeza, faça pelo menos mais uma opção de logotipo e teste sua aplicação em todos os materiais que você usará, como cartões de visita, montras de lojas, redes sociais, por exemplo.

É fundamental selecionar a solução que melhor atenda às suas necessidades e alcance seus objetivos na dica 1. Procure a legibilidade, o contraste de cores e se a identidade de sua marca é ou não veiculada no texto.

6. Familiarize-se com o conceito de wind banner

O wind banner se assemelha a uma pena ou uma gota invertida em forma de pena. É feita de tecido de bandeira e pode ser usada de várias maneiras, inclusive como suporte de chão.

Este banner tem uma vantagem distinta sobre os tradicionais retangulares, pois tem um impacto visual muito maior. Já agora, a wind banner pode ser feita com até 2 metros de altura.

Aliás, é frequentemente utilizada no exterior de lojas físicas porque serve como um excelente ponto de identificação para os clientes.

Além disso, é amplamente utilizada para reforçar a identidade visual da loja na mente dos clientes. As memórias dos clientes de uma marca são reforçadas simplesmente ao ver a cor e o logotipo em um outdoor.

7. Não economizar nas despesas em Visual Merchandising para a sua identidade visual

identidade visual

O merchandising visual é mais do que apenas uma forma de ajeitar seus displays de ponto de venda. Usando esta técnica, os produtos são devidamente apresentados para que o cliente tenha uma experiência de compra positiva.

O desafio é organizar os produtos de forma que chamem a atenção de quem os vê e despertem seu interesse e desejo. Para ter sucesso, a sinalização das seções deve seguir um padrão de cores, de preferência as mesmas cores que lembram sua marca.

Além disso, organizar os produtos e mostrar as marcas mais influentes também são críticos (ou o que você quer vender imediatamente). A poluição visual deve ser evitada ao alinhar gôndolas, estantes e displays com cores, imagens e palavras.

Através do uso de merchandising visual, é possível determinar se a estratégia é eficaz, ou se a loja vende em todos os segmentos de mercado em si. Decida também sobre os pontos “quentes” e “frios” de seu estabelecimento. E, busque implementar os pontos quentes que são os que mais chamam a atenção.

Dessa forma, você será capaz de criar um design chamativo e ao mesmo tempo facilitar a saída do produto se seguir estas dicas.


O que você achou? Gostou do post sobre a importância de como criar a identidade visual de uma loja? Tem alguma dica para compartilhar? Comente aí embaixo. E, se você estiver procurando por mais artigos semelhantes, não deixe de conferir outros textos aqui no blog, além de que não esqueça de acessar nosso e-commerce.

Deixe um comentário



O seu endereço de e-mail não será publicado.