6 Dicas para você iluminar a sua loja e vender mais Deixe um comentário

iluminar bem a sua loja
Pontos de luzes estratégicos fazem toda a diferença

Iluminar uma loja de forma estratégica pode fazer toda a diferença na aparência e no ambiente. 

Além disso, a iluminação é um aspecto importante da marca e pode fazer com que seu negócio se destaque do resto.

Assim, o planejamento da iluminação da sua loja deve considerar a estrutura do imóvel e o segmento de negócios. Isso ajudará a determinar a posição das luzes, bem como o tipo de lâmpadas a serem usadas.

Dito tudo isso, você pode esse texto para aprender a iluminar sua loja de forma eficiente e trazer mais clientes para o seu negócio.

Boa leitura!

A importância de iluminar bem a sua loja

iluminar bem sua loja
Use a iluminação para criar destaques de produtos

Uma boa iluminação é essencial para um espaço de varejo. Permite muitos efeitos que melhoram os produtos e atraem os clientes. Mas nem todos sabem como utilizar esse recurso.

A escolha da iluminação deve ser projetada para atrair a atenção e criar um ambiente agradável que esteja relacionado à identidade da loja. 

Devidamente utilizada, a iluminação pode fazer com que uma loja se destaque do resto, destacando-a mais e criando uma relação harmoniosa com os produtos.

Ao passo que a ideia é enfatizar o ambiente e os produtos, sem exagerar. Isso evitará que o conjunto se torne cansativo e visualmente poluído. E essas são as dicas que iremos abordar nessa leitura.

Por ser um assunto tão vital, e que tem grandes efeitos no ambiente de um negócio, existem profissionais e empresas especializadas em luminotecnia. Este é o estudo e a aplicação da luz artificial tanto dentro quanto ao ar livre.

Aliás, por que você precisa estar familiarizado com os vários tipos de lâmpadas disponíveis, como elas podem iluminar uma área, suas vantagens e desvantagens, e quais os efeitos que elas têm sobre as mercadorias?

Tipos de lâmpadas

iluminar bem a sua loja

Lâmpadas refletoras e dicroicas para iluminar suas vitrines

Esses tipos de lâmpadas podem ser usados em áreas onde o consumidor não quer ficar muito tempo, já que essas lâmpadas deixam a região em que se encontram mais quente. Então por que usar este tipo de iluminação!

Elas também podem ser usadas para acelerar o fluxo e para exibir as mercadorias nas vitrines, no entanto, fique atento as suas mercadorias, pois elas podem ser danificadas por causa do calor.

Com isso, você deve colocá-las neste último lugar (vitrines) entre 1m e 3m uma da outra.

Aliás, não são lâmpadas econômicas e são capazes de alterarem as cores das partes mais visível dos produtos.

Lâmpadas alógenas incandescentes

Reproduza a luz natural em relação às cores. Eles vêm em muitos modelos, são mais duradouro do que as lâmpadas incandescentes comuns, e geralmente são mais caros.

Lâmpadas fluorescentes

São lâmpadas frias que distribuíram igualmente a luz. Isso requer complementação ao iluminar lojas. Essas lâmpadas têm uma ampla gama de modelos e são muito econômicas.

LEDs para iluminar com consciência

São uma inovação recente no mercado. Os LEDs podem ser quentes ou frios e podem ser usados como fonte de luz. Eles duram muito tempo e usam muito pouca energia. Seu preço, no entanto, é mais alto. Mas como usar essas iluminações?

Formas de usos das lâmpadas para iluminar bem a sua loja

Luz direcionada

Lâmpadas Refletores e lâmpadas dicroicas são usados para fornecer iluminação direta para um determinado objeto, ou plano de trabalho.

Luz difusa

Lâmpadas frias podem fornecer iluminação mais aberta, mas foco menos direto. Evite usar este tipo de iluminação em superfícies mais escuras ou de tom médio.

Isso apenas criará um ambiente escuro. Se o seu plano for bem executado, você poderá direcionar a atenção dos clientes para onde você quiser. Um bom exemplo disso é o fato de que produtos mais brilhantes e focados atraem mais atenção. E nós daremos mais dicas para você aproveitar a sua iluminação.

Um sistema de iluminação geral deve ser instalado na oficina, não apenas isso, mas existem outras opções, adicione iluminação para destacar uma área. Você também pode colocar ênfase em objetos ou usar luminárias maiores para realçar a decoração.

6 Dicas incríveis para iluminar bem a sua loja

iluminar bem a sua loja

1. É importante identificar seu público e iluminar suas ideias

Se você tem uma loja popular, a iluminação que grita por sofisticação pode assustar os clientes que passam por lá. E o oposto!

Para um público menos rico com maior apelo, é necessária uma luz mais brilhante, mais forte e uniforme. 

O varejo, em particular, pode ser percebido como mais ágil. Um público com maior poder aquisitivo já se sente bem-vindo em um ambiente sofisticado que usa luz e sombra. 

Aliás, este contraste é ótimo e pode ser alcançado usando luz quente e amarela. Mas você já pensou em realizar um planejamento?

2.Faça o planejamento da iluminação

A melhoria da iluminação nas lojas começa com um esquema de iluminação correspondente ao seu tipo de negócio. 

Além disso, não se esqueça de manter o objetivo principal em mente: agradar os clientes. 

Vale destacar que as melhores soluções de iluminação são aquelas que usam luz para destacar os produtos, já que a luz pode alterar as cores do ambiente e afetar a percepção dos clientes.

3.Escolha bem os tipos de lâmpadas para iluminar a sua loja

Há quatro tipos que são mais utilizados em estabelecimentos comerciais, e que são lâmpadas quentes que normalmente são as alógenos, refletoras, dicroicas, enquanto que as frias normalmente são as fluorescentes.

Aa lâmpadas dicroicas e refletoras não devem ser usadas em áreas onde as pessoas não passam muito tempo. Porque estas lâmpadas não são econômicas e podem causar danos às peças ou umas às outras se forem colocadas muito perto.

Eles reproduzem fielmente as cores da luz do dia e não as distorcem. Esta é a principal vantagem das lâmpadas alógenas. Porém são lâmpadas mais caras, no entanto, têm uma expectativa de vida mais longa do que a maioria das lâmpadas incandescentes.

As lâmpadas fluorescentes (frias) são as mais acessíveis, e têm as temperaturas mais baixas e não requerem complementação. Por iluminarem completamente o ambiente, também são os mais baratos. 

E, as lâmpadas fluorescentes (frias) podem reduzir, ou até mesmo eliminar, problemas de reflexo associados as vitrines de janelas devido à sua alta intensidade de luz.

Mas, estratégias de iluminação, como sombras ou contrastes, podem ter um impacto significativo no ambiente geral. 

Portanto, é importante não o manter completamente iluminado e usar ao seu favor na hora do destaque.

4.Saiba como destacar seus produtos

A iluminação ambiente é crucial para ajudar a direcionar a luz e destacar os produtos que você deseja que tenham mais atenção.

É importante lembrar que produtos mais brilhantes serão mais facilmente vistos, o que atrai os olhos dos consumidores. E, mesmo produtos não iluminados, podem ser usados para criar ambientes únicos para o seu negócio.

O uso de luzes mais brilhantes pode transmitir agilidade e iluminação uniforme é capaz de melhorar a produtividade no ambiente de trabalho de uma loja.

E para datas comemorativas, você deve considerar decorações temáticas. Isso também vale para tendências sazonais. 

Para harmonizar a iluminação, como tons terrosos (como marrom, cáqui, caramelo, mostarda e terracota) para o outono, verão e cores frias de inverno para lojas de roupas.

5.Crie iluminação especial para a vitrine

A vitrine é o primeiro ponto de contato dos clientes com sua empresa. Certifique-se de usar lâmpadas coloridas para criar um destaque distinto. Os objetivos de iluminação da sua loja são fatores-chave para fazer a escolha certa.

Para lojas de rua (principalmente aquelas que ficam em morros), uma ótima dica é usar uma iluminação interna mais potente do que a externa para que a vitrine se transforme em um espelho. A regra é simples aqui: os clientes ficarão mais inclinados a comprar em lojas mais iluminadas e confortáveis.

6.Preste atenção à intensidade da iluminação

O preço de seus produtos e a qualidade da sua iluminação afetarão a intensidade.

Embora haja exceções a esta regra, a maioria das lojas que vendem produtos mais caros exigem menos intensidade de luz do que as lojas que vendem itens com preços mais baixos.


O que você achou? Gostou do post sobre como iluminar bem sua loja? Tem alguma dica para compartilhar? Comente aí embaixo. E, se você estiver procurando por mais artigos semelhantes, não deixe de conferir outros textos aqui no blog, além de que não esqueça de acessar nosso e-commerce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *